Resenha | The Heart Of Betrayal – Mary E. Pearson | DARKSIDE® BOOKS

Olá, pessoas lindas! A resenha de hoje é sobre a continuação da famigerada série Crônicas de Amor e Ódio. Venham saber o que achei! 💖

POMELO_20170201201220_save

Título: The Heart of Betrayal | Autora: Mary E. Pearson | Editora: DarkSide® Books  | Páginas: 402 | Ano: 2016 | Adicione: Skoob | Avaliação: ⭐⭐⭐⭐⭐ + ❤️ 

No segundo livro da trilogia Crônicas de Amor e Ódio, Lia e Rafe são mantido reféns no reino barbárico de Venda e têm poucas chances de escapar. Como uma medida desesperada para salvar Lia, Kaden faz com que todos acreditem que ela é dotada de um poderoso dom, o que, junto com sua personalidade forte, faz com que o perigoso Komizar desenvolva um crescente interesse por ela.

Lia, em sua longa jornada até Venda, presenciou horrores inimagináveis, além de descobrir a traição daqueles em quem mais acreditava poder confiar. Isso só faz com que sua determinação em fugir e voltar com seus planos de ser dona de seu próprio destino cresça a cada dia. Contudo, suas descobertas em Venda talvez revelem que seu destino nunca foi seu para comandar.

POMELO_20170201200955_save

Mas o fato é que eu vim por você, Lia, não importando quem você seja, e não me importo com que erros eu tenha cometido ou você tenha cometido. Eu cometeria todos e cada um deles de novo, se esse fosse o único jeito de ficar com você.

Em The Heart Of Betrayal, as linhas de amor e ódio vão lentamente se definindo. Um fato é: todos, inclusive Lia, mentiram. Mas quem, afinal, é merecedor de uma segunda chance? O bem  e o mal se revelam separa por um tênue fio e muitas vezes um não está claramente à parte do outro. E aqui encontraremos bondade até nos corações mais sombrios.

Aos poucos Lia e o leitor são apresentados ao reino de Venda e seus costumes. Pré conceitos sobre o modo de vida dos Vendanos são desfeitos e Venda se mostra um reino há muito desprezado e deixado ao léu para a derrocada. E este povo,  que Lia sempre pensou serem selvagens desprovidos de misericórdia, se revelam um povo subjugado e com pouquíssimas expectativas de vida, mas com uma grande força moldada em sua fé no Dom e no cultivo de crenças há tanto esquecidas pelos outros reinos.

Eu tinha sido silenciada vezes demais por aqueles que exerciam poder sobre mim. Não aqui. Minha voz seria ouvida, mas eu haveria de falar apenas quando isso servisse aos meus propósitos.

Ao ter problemas causados por sua personalidade indomável, Lia precisa ser cada vez mais cuidadosa com suas ações explosivas e escolher sabiamente em quem acreditar e quais batalhas tomar para si. Tendo que se fechar em si mesma para evitar conflitos desnecessários e refletir sobre maneiras de conseguir sair viva de sua prisão, o crescimento de Lia é evidente. Com o passar do tempo, ela vai revelando uma capacidade incrível de se moldar às situações, tornando-se cada vez mais reflexiva, observadora e com uma alta predisposição a ponderar suas decisões, mesmo cometendo alguns deslizes perigosos. Seu plano é claro: fugir das mãos e dos planos do Komizar o quanto antes. Mas, sua tarefa logo se prova imensamente mais difícil do que imaginou, fazendo com que Lia tenha que se tornar uma mentirosa ainda melhor e uma exímia manipuladora.

POMELO_20170201200849_save

Fui traída pelo meu próprio pai, por que não seria traída por um reino? Estou cansada da traição de todos os homens.

O Komizar é, sem dúvidas, a grande personalidade deste livro. Manipulador, indomável, feroz e temido, ele certamente não é alguém a ser subestimado dentro da história. Ele parece sempre estar um passo a frente dos planos de Lia, tendo assim a certeza de quem a tem completamente sob seu domínio. Em sua busca para restaurar Venda como um reino rico e poderoso, o Komizar, cego por sua fome de poder, passará por cima de tudo e de todos – até do seu próprio povo – para conseguir o que deseja.

Ela não é muito impressionante, não? No entanto, por outro lado, a maioria dos membros da realeza não é muito impressionante. São quase tão fascinantes quanto uma tigela de mingau preparado há uma semana.

Desde o primeiro livro, Mary E. Pearson encanta com sua narrativa rica em detalhes – dos mais sutis aos mais gritantes – e sua capacidade de guiar o leitor aos caminhos que lhe são mais convenientes. Ela possui uma maneira singular de ludibriar o leitor, distraindo-o com detalhes ínfimos enquanto planeja movimentos grandiosos nas entrelinhas e enganando-o tanto quanto aos próprios personagens.

POMELO_20170201201109_save

É certo que quem procura uma maior carga de ação neste segundo livro irá se decepcionar. Aqui, Lia está voltada para seu interior, com um profundo fluxo de consciência,  lutando com sua alta educação, tentando entender seu dom e aprendendo mais sobre si mesma. Suas interações com o povo de Venda são necessárias para que questione tudo que considerava saber sobre este lugar e sobre o que e quem mais pode estar errada.

Com uma quantidade menor de diálogos, mas estes sempre afiados e pertinentes quando presentes – aos quais o leitor deve prestar muita atenção se não quiser se perder nas intenções da autora -, Mary E. Pearson quis, claramente, situar o leitor quanto à parte histórica e preparará-lo para os acontecimentos do próximo e último volume da série, The Beauty Of Darkness. O final de The Heart Of Betrayal – bombástico! – já dá uma dica sobre como o ritmo do próximo livro será diferente. Mal posso esperar!

Às vezes, todos nós somos empurrados para que façamos coisas que achávamos que nunca seriamos capazes de fazer. Não eram apenas presentes que vinham com grande sacrifício. Às vezes, o mesmo acontecia com o amor.

♥ Em compromisso com o leitor, sempre informaremos nossas publicidades e, este livro, foi cedido pela DarkSide® Books para resenha no blog ♥

Até a próxima sexta! 💖

Karen Silva

20 anos, estudante de Nutrição. Vejo na literatura uma constante e instigante forma de aprendizagem. Os livros me abrem os olhos para as possibilidades e espero nunca perder o gosto por eles.

Um comentário sobre “Resenha | The Heart Of Betrayal – Mary E. Pearson | DARKSIDE® BOOKS

  1. Jéssica Medeiros disse:

    Passando direto dessa resenha por motivos de:: ainda não li o primeiro hahaha Mas quem foi que comprou todos dois? Exato, esta pessoa levemente insana e compulsiva aqui. São outros que estão na fila pra serem lidos assim que a faculdade der uma folguinha rsrsrs <3

Deixe uma resposta