SÉRIES | THE EXORCIST

Oi pessoal! O ano ta chegando no fim, foi um caos só, altas tretas. MAS não é por isso que os últimos posts do ano vão ser tristes. Hoje eu trouxe para vocês um post sobre uma das melhores séries que eu assisti esse ano (talvez na vida?)THE EXORCIST. Bom, vocês lembram que durante o mês todo de Outubro falando sobre filmes de terror e fazendo especiais, e o último dele foi sobre O Exorcista (1973) – você pode conferir ele aqui. Agora, eu vou complementar aquele post, falando sobre essa série AMAZING! Vamos lá?

'The Exorcist' (2016 - atualmente) - Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) – Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) começa com a história de Tomás Ortega. Ele é um padre progressista, ambicioso e compreensivo, que coordena uma pequena paróquia localizada no subúrbio de Chicago. Já o padre Marcus Keane trabalha num dos bairros mais pobres da Cidade do México, sendo completamente obcecado por sua missão religiosa. Ambos se encontram quando precisam lidar com o caso de possessão demoníaca que aflige a família Rance, que integra a paródia do padre Tomás. Desesperada com a situação de uma das suas filhas, Angela procura a ajuda dos padres. Por mais que eles tenham grandes diferenças de comportamento, precisam unir forças para enfrentar o maior desafio de suas vidas.

'The Exorcist' (2016 - atualmente) - Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) – Fonte: Tumblr

'The Exorcist' (2016 - atualmente) - Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) – Fonte: Tumblr

Trazer um clássico dos cinemas para a televisão não é uma tarefa fácil – apesar dos sucessos Bates Motel, Hannibal e Scream –, sempre existe a dúvida: se vai prestar, se vai dar certo, ainda mais levando em conta que as próprias continuações do clássico de 1973 deram errado. Mas, ‘The Exorcist’ acertou em cheio meus amigos. Começando pelo visual da série, as cores da série são ótimas para dar o seu tom. A paleta composta pelo cinza, preto, vermelho e azul escuro trazem a atmosfera de agonia e apreensão da trama, permanecendo até o final da série. Além disso, sua fotografia dark, praticamente noturna e nublada é perfeita para te ambientar no universo. Ainda na parte visual, será que eu preciso falar o quão maravilhosa é essa produção? ELES QUASE NÃO USAM COMPUTAÇÃO GRÁFICA CARA. É uma coisa tão crua, mas tão bem feita que, se você se distrair da treta, você fica ‘caraca, mas essa maquiagem é muito bem feita mesmo’.

'The Exorcist' (2016 - atualmente) - Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) – Fonte: Tumblr

'The Exorcist' (2016 - atualmente) - Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) – Fonte: Tumblr

Indo para a trama da série, ela é muito bem executada e linear. Os pulos da realidade para a ‘imaginação’ são feitos de forma perfeita, com cortes incríveis e certeiros. Porém, nem tudo são flores. A série possui alguns furos, e coisas inexplicadas, que você sabe que existem, você até ‘sabe’ o propósito, mas fica aquele gosto de quero mais, acredito que tudo deve ser esclarecido na próxima temporada. Uma coisa que eu adorei, e acho que me facilitou muito a gostar da série, é que apesar dos clichês dos filmes de terror modernos, ela consegue homenagear e muito bem o clássico, com várias referências e um plot twist incrível nos quatro últimos episódios. Vale lembrar que a série não é todo esse terror que imaginamos, pelo contrário. Por possuir uma série de exorcismos e rituais, e claro, conversas com o espírito maligno, ela te coloca em um estado de tensão e alerta, que você não consegue piscar (serião). 

'The Exorcist' (2016 - atualmente) - Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) – Fonte: Tumblr

'The Exorcist' (2016 - atualmente) - Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) – Fonte: Tumblr

Tá acabando, galera, eu sei que ficou comprido hahahaha. Tanto o Padre Tomás Ortega (Alfonso Herrera) quanto o Padre (e exorcista) Marcus Keane (Ben Daniels) não são aquela coisa romantizada da Igreja Católica, de Roma e pans. Eles são completamente normais, e quando eu digo isso, quero dizer que eles perdem o controle, eles tem desejo, eles pecam, só não falam palavrão hahahaha. Já a Angela Rance (Geena Davis) deixa a sua atuação a desejar, em alguns momentos parecia meio forçado (?), tipo, too much drama, mas lá pro final melhora e muito. Já a sua filha que está possuída, atua de uma forma EXCEPCIONAL, de verdade. Nos momentos em que sua possessão está no auge, e já não é ela falando e sim a entidade, é maravilhoso, que atuação cara – palmas. Além dela, o Padre Marcus é – sem palavras. Não me levem à mal, eu amei o Tomás (por favor, façam ele rezar mais espanhol, obrigada de nada), mas o Marcus é tão intenso, tão apaixonada e a atuação do Ben é tão BEAUTIFUL. Ele se sairia muito bem se fizesse um filme nas mesmas premissas (por isso que o post tá cheio de gif dele viu gente hahahaha).

'The Exorcist' (2016 - atualmente) - Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) – Fonte: Tumblr

'The Exorcist' (2016 - atualmente) - Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ (2016 – atualmente) – Fonte: Tumblr

‘The Exorcist’ pode facilmente entrar no ranking das melhores séries de 2016, por ser surpreendente, bem produzida e entregar o que promete, indo além de suas expectativas. Feliz Ano Novo galera, e até ano que vem ♥

Fernanda França

Fernanda, 19 anos, libriana, praiana e futura jornalista. Apaixonada por escrita, cinema, leitura, playlists, um sorriso aí e fã de Taylor Swift.

2 comentários sobre “SÉRIES | THE EXORCIST

Deixe uma resposta