Resenha + Nova Colaboradora | O Começo de Tudo – Novo Conceito

Olá, pessoal! Eu sou a Karen, nova resenhista aqui do blog. Estou muito feliz em ser parte da equipe e espero compartilhar muitas experiências literárias com vocês! 💖

Para a minha primeira resenha escolhi o livro O Começo de Tudo da autora Robyn Schneider. Espero que gostem!

c360_2016-12-07-12-59-18-366

Ficha Técnica: Título: O Começo de Tudo | Autor: Robyn Schneider | Editora: Novo Conceito | Ano: 2014 | Páginas: 288 | Adicione: Skoob | Compre o livro: Amazon (comprando o livro por este link, você contribui para o crescimento e desenvolvimento do blog ♥) | Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥

O Começo de Tudo conta a história de Ezra Falkner, um adolescente considerado o garoto de ouro da escola. Astro do time da Westlake Middle School, bonito, descolado e namorando a garota mais popular da escola. Ezra cumpre bem o papel que lhe é esperado. Ele acredita que todo mundo tem uma tragédia pessoal à espreita – um encontro fatal após o qual tudo que realmente importa vai acontecer, e vê a sua própria cumprir-se em uma noite inesperada. Ao flagrar a namorada o traindo, Ezra se envolve em um acidente de carro causado por um motorista imprudente, têm sua perna quebrada e vê sua carreira no esporte e sua vida social irem para o espaço. A partir daí ele começa a andar com os “perdedores” do colégio e vai descobrir que talvez, aquele tenha sido seu lugar desde sempre.

“Ainda acho que a vida – independentemente do quão comum seja – de qualquer pessoa tem um ponto trágico e único, depois de qual tudo que é realmente importante vai acontecer. Esse momento representa o catalisador, o primeiro passo da equação. Mas, conhece-lo não leva a nada, pois o resultado é determinado por aquilo que vem depois.

Ezra é um menino inteligente e espirituoso, que aparenta se encaixar perfeitamente no grupo dos fúteis populares. Mas, intimamente, ele se sente inquieto sobre sua escolha de companhias e as ações que se sente inclinado a tomar quando está na presença dos mesmos. Após o acidente, quando nenhum de seus amigos vai visitá-lo no hospital, ele se exclui automaticamente do grupo e decide que é a hora para uma mudança. Na mesa dos perdedores, ele encontra personalidades fortes, as quais se identifica e parece se encaixar. Mas ainda se sente inquieto com uma sensação de perda ao deixar o antigo grupo.

Alguns pontos na personalidade do Ezra me incomodaram, como o fato de, após deixar os amigos populares, ele se sente na posição de julgar ações que não muito antes ele era, se não conivente, indiferente. Também incomoda a maneira como ele se coloca como vítima, secretamente culpando a ex namorada pelo acidente e esperando, a todo momento, que os amigos o excluam por sua nova condição. Contudo, a forma como o crescimento pessoal dele é descrito é bem trabalhada, com leveza e humor, introduz uma nova perspectiva quanto a seu comportamento. Além disso, ele é um garoto comum do ensino médio, engraçado e com umas sacadas muito boas – faz as melhores piadas, com certeza – que o tornam encantador.

“O mundo quebra todo mundo, e, posteriormente, alguns ficam mais fortes nos lugares quebrados.”

whatsapp-image-2016-12-09-at-14-13-11

Entre as novas amizades, Ezra conhece Cassidy Thorpe. Uma garota linda, profunda e misteriosa. E aí começam os problemas. O fato de a Cassidy ter esse segredo que a torna arredia e a impede de se dar completamente, ao contrário do que se espera, faz o livro perder um pouco do seu brilho. Toda a aura de garota misteriosa e aventureira, que supõe-se encantar a muitos, faz com que a personagem perca sua riqueza. E isso refletiu no desenvolvimento de um romance fraco.

Os personagens secundários cumprem muito bem seu papel na trama. São típicas personalidades do ensino médio e fica claro que a autora quis construir personagens reais com os quais os leitores pudessem se identificar – todos eles refletem adversidades da adolescências que nós reconhecemos, se não em nós mesmo, em pessoas próximas. Referências como Harry Potter, Scott Fitzgerald, Oscar Wild e outros clássicos do mundo nerd contribuíram para esse sentimento de identificação.

pomelo_20161207125028_save

“Oscar Wilde disse certa vez que viver é a coisa mais rara do mundo, porque a maioria das pessoas apenas existe, e isso é tudo. Não sei se ele tem razão, mas sei que passei um longo tempo existindo, e, agora, eu pretendo viver.”

O livro me cativou logo no início, com seus personagens espirituosos e particulares e suas referências à literatura tanto moderna quanto clássica. Mas a trama certamente tem seus pontos negativos. A autora tinha a sua disposição vários aspectos para explorar, como a deficiência do Ezra, sua relação tanto com os antigos amigos quanto com os novos e com o grupo de debates – que foi, sem dúvidas, a parte mais humorística da história. Porém, decidiu dar prioridade ao romance entre Ezra e Cassidy que teria sido muito mais interessante se deixado em segundo plano, como uma consequência. Isso interferiu diretamente na história que, após o meio, quando o romance ganha maior intensidade, perdeu o ritmo e a personalidade que tanto me encantaram no início. Contudo,  foi surpreendente a forma como a Robyn conseguiu transformar uma tragédia em um novo começo, mostrando que tragédias nem sempre vêm para tirar algo.

“Diga, o que quer fazer com essa sua única vida vibrante e preciosa?”

O Começo de Tudo é um livro engraçado, com referências impressionantes , repleto de humor negro e agradavelmente inteligente. Sua leitura é fluida e divertida com um final inesperado e original que, para mim, foi o primor da história. É um livro que, a princípio, é mais para entreter do que para ensinar, mas, se prestarmos atenção, bem que se pode aprender alguma coisa.

Espero que vocês tenham gostado da minha resenha de estreia. Beijos!

Karen Silva

20 anos, estudante de Nutrição. Vejo na literatura uma constante e instigante forma de aprendizagem. Os livros me abrem os olhos para as possibilidades e espero nunca perder o gosto por eles.

5 comentários sobre “Resenha + Nova Colaboradora | O Começo de Tudo – Novo Conceito

Deixe uma resposta