Resenha | Cadê Você Bernadette?

E aí, pessoal? Não há como negar que essa obra é uma arte visual incrivelmente maravilhosa. Entretanto, sobre a história, diria que é um tanto confusa. Por tal motivo, a resenha de hoje começa com a apresentação de personagens, e não da história como de costume.

13216_gg-1

Título: Cadê Você Bernadette?
Autora: Maria Semple.
Número de Páginas: 376.
Editora: Companhia das Letras.
Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ 

Bernadette Fox: no passado, Bernadette conquistou um dos prêmios mais importantes da arquitetura, logo deduz-se o seu sucesso. Porém, atualmente a mesma mulher se tornou uma nata dona de casa, construída por problemas sociais e psicológicos.

.

“Pessoas como você precisam criar. Se você não criar, Bernadette, vai se tornar uma ameaça para a sociedade.”

Bee Fox: é uma garota exemplar quando o assunto é estudo. E, como toda adolescente, tem um sonho: uma viagem com sua família para a Antártida.

Elgin: 100% dedicado a seu “incrível” trabalho na Microsoft e amante do mundo nerd.

Manjula: assistente virtual indiana de Bernadette Fox.

Resultado de imagem para cadê você bernadette?

Cadê Você Bernadette?

Sobre a história: com a transformação de Bernadette, ela se especializou unicamente a trabalhos em casa e entretenimento com a filha. Mas, quando surge a proposta de viagem para a Antártida, Bernadette fica desesperada, nem os conselhos de sua assistente virtual conseguem lhe guiar, é quando ela decide fugir.

“Talvez religião seja isso, jogar-se de um precipício acreditando que alguma coisa maior vai tomar conta de você e carregá-la até o lugar certo.”

A partir deste fato, o livro começa a dividir sua narrativa entre a procura de Bernadette Fox por parte de Elgin e Bee e revelação das trocas de e-mails e telegramas com Manjula. E aí, a confusão está feita.

Resultado de imagem

Parte de capa da obra.

A confusão da obra não tira o seu mérito, devido à inteligência de Maria Semple. Ela divide a narrativa perfeitamente, vai construindo o presente, apresentando elementos do passado e usando recursos extras, como e-mail e sms, tudo durante uma narrativa não linear.

Muitas outras resenhas relacionam Cadê Você Bernadette? à um elemento cômico, entretanto foi um recurso que não consegui sentir, apenas em pequenos momentos, umas 2 vezes, no máximo.

O fim dessa obra traz algumas explicações para os fatos narrados no livro. O mais sensacional é a riqueza de características dos personagens principais e a demonstração de como não conhecemos algum lado das pessoas, mesmo aquelas tão próximas.

Sobre a arte de capa: sem palavras para tanta lindeza. Uma arte fabulosa, amo muito ilustração, ainda mais quando bem feita, além da combinação de cores perfeitamente estruturadas.

Título: Cadê Você Bernadette? | Autor: Maria Semple | Editora: Companhia das Letras | Páginas: 376 |  Ano: 2013 | Adicione: Skoob | Compre: Amazon (realizando a compra por este link, você contribui para o crescimento e desenvolvimento do blog ♥).

Até logo, até breve.

Ycaro Santana

Baiano, 15 anos, estudante. Quando não me encontrar lendo, verás uma extensão infinita de outras possibilidades envolvendo a literatura, seja escrevendo, acompanhando adaptações ou buscando novas opções para viver. Permaneço em meu mundo particular e, algumas vezes ando por este planeta chamado Terra.

4 comentários sobre “Resenha | Cadê Você Bernadette?

  1. Jéssica Medeiros disse:

    A capa dá impressão de que o livro é bem engraçado e tal, mas a história?? Pra mim, até a coisa do “dona de casa foge por causa de uma viagem” ficou confuso o.O Acho que esse não vai entrar na minha lista não :/

    • Ycaro Santana disse:
      Ycaro Santana

      Esse fator do humor não me atingiu muito na leitura, embora realmente aparente ser. É m livro confuso, mas que dá uma explicação reduzida em seu fim. Creio que esse livro poderia ser explicado por meio de outro livro, o Tá Todo Mundo Mal, da JoutJout.

Deixe uma resposta