Top 5 | Livros Nacionais

E aí, pessoal?

Os livros nacionais – pelo menos no nosso país – sofrem de um enorme preconceito, tanto por parte dos leitores em quesito de escolha, quanto por editoras em questão de publicação. Pensando nisso, trago nesse post, uma espécie de divulgação de 5 obras maravilhosas que compõe a literatura brasileira.

A AGENDA

aaSandra Macedo é uma alta executiva de marketing. Obstinada e competente, sua eficiência é reconhecida pelos funcionários e pela diretoria da holding onde trabalha.
Exemplo de mulher bem-sucedida, Sandra vive atolada entre as obrigações profissionais e uma filha que não lhe dá muita atenção. Em meio a essa correria, fica difícil dedicar um tempo ao lado afetivo. Assim, ela acaba se envolvendo com pessoas que podem comprometer sua carreira e sua saúde emocional. A não ser que ela deixe de ser a menininha que, no fundo, continua sendo…

Novo-Conceito-MLJoão-Varella-A-Agenda

Nesta obra, João Varella apresenta um mundo real com possibilidades reais. Protagonizado por Sandra, o cotidiano apresentado no livro é narrado de forma extremamente fluída, mesmo com acontecimentos monótonos comparado a livros do gênero distópico, por exemplo. Uma escrita madura, real e um final surpreendente. Tem resenha completa deste livro AQUI.

Título: A Agenda | Autor: João Varella | Editora: Novas Páginas | Páginas: 240 | Adicione: Skoob | Compre: Amazon (realizando a compra por este link, você contribui para o crescimento e desenvolvimento do blog ♥).

A LENDA DO LAGO DOURADO

ab“Os Baltimore são uma típica família de uma pequena e pacata cidade norte-americana. Tudo muda para eles quando o filho mais velho, David, com 15 anos de idade, passa em primeiro lugar no Concurso nacional de Superinteligentes do Governo Americano.

Reconhecido como o novo grande gênio da nação, ele é contratado pelo governo para uma carreira de cientista. Mas, em sua primeira missão, envolve-se em um misterioso acidente que o deixa entre a vida e a morte. Srta. Marshall, agente do governo, responsável pela missão, sente-se culpada pela tragédia.

Max, o irmão mais novo de David, com a ajuda da Srta. Marshal, começa a investigar secretamente as circunstâncias daquele trágico e enigmático acontecimento. Na procura por respostas, eles se envolvem em aventuras perigosas, eletrizantes, e acabam descobrindo que, por trás de fatos aparentemente sem ligação, há uma trama cruel em curso.

Como pano de fundo, ainda temos uma misteriosa lenda envolvendo um lago conhecido como Lago Dourado, que vai eleger nada menos do que o próprio Max para uma missão vital ao lhe transmitir o Poder da Luz: localizar e destruir o Agente Negro, que é o mentor intelectual desse complô maligno que está pronto para eclodir.”

maxresdefault

Como o próprio título faz referência, o livro trata-se de uma lenda conectada a um famoso lago da pequena cidade dos Estados Unidos. Foi a minha primeira experiência relacionada a lendas – uma ótima experiência. O livro não deixa a desejar por um segundo, mostra seu objetivo e é uma espécie de conselheiro estudantil.

Título: A Lenda do Lago Dourado | Autor: Edson Vanzella Pereira | Editora: Dracaena | Páginas: 380 | Adicione: Skoob | Compre: Amazon (realizando a compra por este link, você contribui para o crescimento e desenvolvimento do blog ♥).

Colega de Quarto

acEric Schatz, carioca que se mudou para São Paulo por conta do curso universitário, começa a perceber indícios de que há mais alguém frequentando o seu apartamento.

Primeiro, um par de chinelos.

Então, uma outra escova de dentes. Um micro-ondas que é ligado sozinho durante a noite, barulhos estranhos a qualquer hora e luzes que se apagam de modo misterioso.

Até que, em determinada noite, Eric enxerga o vulto do colega de quarto entrar em seu apartamento pela porta da frente.

Desesperado, o rapaz vai atrás de um detetive particular, mas parece ser tarde demais. Em menos de 24 horas, tudo acontece de modo acelerado e depois de uma ligação desesperada, cortada abruptamente, Eric despenca da janela do seu apartamento.

Em seu livro de estreia, o autor nos apresenta uma história urbana de tirar o fôlego. Um mistério que passa por uma relação familiar complicada, suspeitas por todos os lados, e camadas e camadas de culpados. Há alguém inocente?

Fonte: www.conversacult.com.br

Fonte: www.conversacult.com.br

O primeiro capítulo é lacrador e impede você de sequer pensar em abandonar essa obra cheia de ganchos e mistérios. Desde o começo, o autor cria o cenário para um ótimo suspense, assim como o seu desenvolvimento que ocorre de forma esplendorosa. Concluindo, o desfecho não deixa pontas soltas e revela de forma muito explicativa o mistério.

Título: Colega de Quarto | Autor: Victor Bonini | Editora: Faro Editorial | Páginas: 280 | Adicione: Skoob | Compre: Amazon (realizando a compra por este link, você contribui para o crescimento e desenvolvimento do blog ♥).

MULHERES

adEm 2014, a ilustradora Carol Rossetti começou a desenhar mulheres diversas para testar seus lápis de cor. Nunca poderia imaginar que suas criações despretensiosas ganhariam o mundo e iriam viralizar na internet a ponto de se tornarem matéria na CNN.

Com um traço característico e frases inspiradoras, Carol quebrou tabus e espalhou uma mensagem que ecoou em mulheres do mundo todo: “somos fortes, merecedoras de respeito e especiais do jeito que somos, independentemente de opiniões e julgamentos alheios.”

Agora, essa mensagem ganha o formato de livro e inclui textos sobre os temas centrais abordados em suas ilustrações, como corpo, estilo, identidade, relacionamentos e superação.

“Existem mulheres negras, brancas, morenas, latinas, asiáticas, indianas, indígenas. Existem engenheiras, donas de casa, prostitutas, senadoras, artistas, executivas, atrizes. Há mulheres cegas, surdas, mudas. Mulheres bipolares, deprimidas, ansiosas.

Existem heterossexuais, lésbicas, bissexuais, arromânticas, pansexuais, assexuais. Mulheres cristãs, ateias, budistas, islâmicas.

Há mulheres que não são ativistas, que nunca ouviram falar em feminismo, que nunca discutiram racismo. Mulheres que lutam de formas diferentes, a partir de ideias que não conhecemos. Existem mulheres que têm vergonha de compartilhar suas escolhas por medo de serem julgadas. E mulheres que discordam de tudo isso que eu disse até aqui.

Cada uma tem sua própria história, e acredito que todas elas merecem ser ouvidas e representadas. Minha abordagem será abrangente, convidando todos os que dividem comigo essa ideia de liberdade a celebrar a diversidade do ser humano.”

adnews-7818666181405605643e7cd170035e259028956a6aaf28ea59c071370ba

Maravilhoso! Por meio de ilustrações, Mulheres revela muitos tipos de mulheres  presentes no nosso dia-a-dia, em locais específicos ou em crises pessoais, um verdadeiro debate contra o preconceito. Tem resenha completa do livro AQUI.

Título: Mulheres | Autor: Carol Rossetti | Editora: Sextante | Páginas: 160 | Adicione: Skoob | Compre: Amazon (realizando a compra por este link, você contribui para o crescimento e desenvolvimento do blog ♥).

O GAROTO QUASE ATROPELADO

ae“Uma história inesquecível sobre adolescentes que escolheram acreditar no que sentiam. Você vai se emocionar” – Bruna Vieira, autora do Depois dos quinze.

Um garoto sofreu com um acontecimento terrível.

Para não enlouquecer, ele começa a escrever um diário que o inspira a recomeçar, a fazer algo novo a cada dia.

O que não imaginou foi que agindo assim ele se abriria para conhecer pessoas muito diferentes: a cabelo de raposa, o James Dean não-tão-bonito e a menina de cabelo roxo, e que sua vida mudaria para sempre!

Prepare-se para se sentir quase atropelado de uma forma intensa, seja pelas fortes emoções do primeiro amor, pelas alegrias de uma nova amizade ou pelas descobertas que só acontecem nos momentos-limite de nossas vidas.

Estar vivo e viver são coisas absolutamente diferentes!

O_Garoto_Quase_Atropelado_MAZEBLOG

Não sei mais o que dizer do Vinícius Grossos, um autor magnífico. Em O Garoto Quase Atropelado somos apresentados a uma história cheia de sentimentos, personagens encantadores – até mesmo os chatos. Além disso, a obra aborda assuntos polêmicos como homofobia, trágicos relacionados à saúde e de entretenimento, como as músicas e os livros. Tem resenha completa do livro AQUI e, também mencionei o autor neste post AQUI.

Título: O Garoto Quase Atropelado | Autor: Vinícius Grossos | Editora: Faro Editorial | Páginas: 272 | Adicione: Skoob | Compre: Amazon (realizando a compra por este link, você contribui para o crescimento e desenvolvimento do blog ♥).

Então é isso, pessoal. Caso tenham lido algum dos livros citados acima, conta o que achou nos comentários. Se não, aceito sugestões!

Até logo, até breve.

TOP COMENTARISTA DE AGOSTO

Fonte: potterish.com

Fonte: potterish.com

Quer ganhar ‘O Livro das Criaturas de Harry Potter‘, publicado no Brasil em 2014 pela editora Galera Record? ♥. Então clique AQUI e saiba como participar! Últimos dias!

Ycaro Santana

Baiano, 15 anos, estudante. Quando não me encontrar lendo, verás uma extensão infinita de outras possibilidades envolvendo a literatura, seja escrevendo, acompanhando adaptações ou buscando novas opções para viver. Permaneço em meu mundo particular e, algumas vezes ando por este planeta chamado Terra.

18 comentários sobre “Top 5 | Livros Nacionais

  1. Jéssica Medeiros disse:

    Adoro leitores nacionais… Antes, eu tinha mais livros de autores estrangeiros do que os brasileiros, mas agora me orgulho em dizer que se os nacionais não tiverem passado do numero dos estrangeiros, pelo menos na certa ta empatado hahaha
    Desse post eu leria “A Lenda do Lago Dourado”, “Colega de Quarto” (apesar de eu já ter dito que não gosto muito de suspense rsrsrs) e “Mulheres”

  2. Márcia Saltão disse:

    Olá.
    O livro Colega de Quarto já estava adicionado a minha lista, amei a premissa, pois sou fã desse gênero. Os demais não conhecia, mas com certeza são ótima dicas. Vou conferir. Estou começando uma bonita coleção de nacionais! Beijos.

  3. Letícia Assunção disse:

    nusss o segundo livro chamou minha atenção mas com certeza o que chamou mais minha atenção e curiosidade foi o terceiro livro >< apesar deu não gostar de filmes de suspense, adoro ler livros assim xD
    e cara, eu acompanhei a carol la no face ♡ ainda quero muito ter esse livro dela :3
    e sobre o ultimo me deixou na vontade de ler e conhecer o dia-a-dia do desse garoto ai que foi atropelado xD
    (tenho que juntar grana D:)

    • Ycaro Santana disse:
      Ycaro Santana

      A Lenda do Lago Dourado realmente chama a atenção por sua sinopse, assim como Colega de Quarto, ambos maravilhosos. Acredita que conheci o trabalho da Carol, primeiramente, pelo livro e só depois passe a lhe acompanhar? É um arraso!

  4. Camila Rosa disse:

    Oiiee, tudo bom?
    Gostei muito do post, e acho super importante a divulgação dos nacionais, é triste ver que esses livros sofrem preconceito por parte de leitores e editoras, não li muitos, mas os que li fizeram com que eu quisesse cada vez mais livros de nossos autores, gostei muito das dicas, já tinha ouvido falar de alguns como A lendo do lago Dourado, Colega de quarto e A Agenda, pretendo ler todos se tiver a oportunidade.
    Beijos *-*

  5. Joicy B. disse:

    Que grata surpresa, já conhecia alguns dos livros dessa lista (a maioria somente por capa), mas me surpreendi com verdadeiros achados.
    “Colega de Quarto” me ganhou já pela sinopse, um suspense que parece maravilhoso, e super me deixou contente o fato de você falar que o autor não deixa pontas soltas (isso é muito importante para qualquer livro).
    “A lenda do lago dourado” me deixou dividida, minha parte que gosta de livros misteriosos e personagens inteligentes me chamou, mas quando entrou aquela coisa de poderes mágicos e vilão das trevas eu meio que perdi um bocadinho do interesse inicial.
    “O garoto quase atropelado” tem uma premissa bacana, aborda temas significativos e parece nos fornecer momentos de reflexão, provavelmente seria uma boa leitura.
    O que falar de “Mulheres”? A ideia é boa, o desenvolvimento parece bom, é um assunto importante e eu adorei as citações <3!!
    Sei que ainda tem esse preconceito mesmo, mas acredito que de pouco em pouco chegamos lá, já vejo muito mais chances para os autores nacionais, editoras especializadas e muitos leitores interessados. Esse trabalho de divulgação também é muito importante =).

Deixe uma resposta