Resenha | Onde Cantam os Pássaros

E aí, pessoal? Onde Cantam os Pássaros é uma obra publicada pela editora DarkSide Books, do selo Dark Love, cedida para resenha aqui no blog. Eu estava bem animado com esse livro em especial – um dos meus mais desejados – tanto por sinopse, quanto pela capa. Então, vamos resenhá-lo?

timthumbTítulo: Onde Cantam os Pássaros.
Autora: Evie Wyld.
Número de Páginas: 256.
Editora: DarkSide Books.
Avaliação: ♥ ♥ ♥

Onde Cantam os Pássaros irá nos apresentar capítulos alternados entre presente e passado da protagonista Jake White. Atualmente, tal mulher mora sozinha em uma fazenda com o seu cachorro de estimação, nomeado de Cão e seu rebanho de ovelhas nos arredores do campo. Nesse ponto, a história prega um rumo: as ovelhas de Jake estão sendo atacadas, mas ninguém sabe a identidade do assassino: pessoa ou animal?

“Outra ovelha, mutilada e coberta de sangue, as vísceras ainda frescas e o vapor subindo dela como um pudim recém-cozido.”

No passado, somos apresentados a uma Jake White diferente, o que é importante para a construção da personagem, explicação para muitas de suas atitudes atuais. Lemos a história de Jake e os conflitos e dramas que a mesma passou até chegar ao ponto atual do livro. Lembrando que, o passado da protagonista é apresentado de forma diferente, do momento mais próximo à atualidade ao mais antigo (ex: presente – janeiro/16 – presente – setembro/15 – presente – julho/15).

A história é essa, bem simples, mas é bem mais explorada ao decorrer das 256 páginas do livro. Bom, quando decidi imergir nesta leitura, fui surpreendido com um ótimo capítulo inicial que me prendeu totalmente a leitura, mas no próximo capítulo as coisas começaram a ficar confusas, e foi justamente o que expliquei sobre a narrativa intercalada entre presente e passado, isso prejudicou-me em algumas partes e demorei 150 páginas para entender o que realmente a autora estava propondo, logo tratei de ligar os pontos e – quase – tudo foi se conectando.

Eu, particularmente, gosto muito mais da exploração que a autora faz no passado da protagonista, onde há bastante situações reflexivas, dramas importantes e muito mais ação para o livro. O presente torna-se monótono com a típica vida de Jake White na fazenda e o mistério das ovelhas.

É um livro OK. A autora constrói muito bem uma história e se arrisca ao máximo inovando na narrativa, mas peca em pontas soltas que deixa pela obra e nos cortes que há entre um capítulo e outro, sempre pausando a história como se fosse a cena final de um capítulo da novela das 21 horas, e nos levando para uma lembrança vaga, sem estímulo.

A edição da DarkSide Books está linda, a capa faz referências a muitos elementos presentes durante a leitura – além de ser magnífica. Quanto a revisão, a editora peca em erros de português, o que pode incomodar vários leitores, felizmente, para mim, não foi nada grandioso e consegui finalizar a leitura sossegado.

Até logo, até breve.

Ycaro Santana

Baiano, 15 anos, estudante. Quando não me encontrar lendo, verás uma extensão infinita de outras possibilidades envolvendo a literatura, seja escrevendo, acompanhando adaptações ou buscando novas opções para viver. Permaneço em meu mundo particular e, algumas vezes ando por este planeta chamado Terra.

6 comentários sobre “Resenha | Onde Cantam os Pássaros

  1. Jéssica Medeiros disse:

    Acho que já disse isso num comentário em algum post aqui do blog, mas me obrigo a repetir: eu sou o tipo de pessoa horrível que julga o livro pela capa… É sempre a primeira coisa que me atrai pra compra.
    E a capa de “Onde cantam os pássaros” parece esquisita e confesso que a história não chamou muito a minha atenção…. Mas, talvez, eu possa mudar de ideia quando passar na biblioteca e pegar ele

    • Ycaro Santana disse:
      Ycaro Santana

      Sempre acontece comigo o julgamento pela aparência também, Jéssica, confesso que muitas vezes nem leio sinopse e/ou resenha, simplesmente levo. É um pouco confuso mesmo, mas vai se ajustando ao longo das páginas.

Deixe uma resposta