Resenha | Cidades de Papel

E aí, pessoal? Cidades de Papel é uma obra que divide opiniões – os típicos livros correspondidos por amor ou ódio. John Green segue uma linha em alguns pontos e focos de suas narrativas (como eu disse AQUI) mas, mesmo assim, consegue surpreender e agradar de uma maneira, seja ela positiva ou negativa.

download

Título: Cidades de Papel.
Autora: John Green.
Número de Páginas: 368.
Editora: Intrínseca.
Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
A narrativa começa nos dando informações básicas para o decorrer da história: o livro é narrado por Quentin. Este é apaixonado por sua vizinha, Margo Roth Spielgelman, garota que conhece desde bem pequeno. Aos 9 anos eles estão dando uma volta de bicicleta pelo parque quando encontram um homem ensanguentado e caído na estrada, Quentin recua, mas Margo é mais sagaz e curiosa, se aproxima e deduz que os fios do desconhecido tinham se arrebentado.

Continuar lendo