SÉRIES | ESPECIAL DC COMICS

OI GENTE!

Quem acompanha o Blog já me conhece e sabe que eu sempre venho aqui para falar sobre as séries de TV. Mas hoje eu venho com um post muito especial (e extremamente NERD) sobre o mundo da DC Comics na TV. Para quem não se interessa pelo universo dos quadrinhos, esse post vai ser meio maçante, mas eu quis entrar no assunto porque está bombando devido a estréia de Batman x Superman, e como desde o começo eu estava querendo fazer um post especial sobre estas séries, a oportunidade caiu como uma luva.

dc-comics-animated-gif

Antes, vou dar uma introdução básica:
DC Comics é uma editora norte-americana de quadrinhos (e mídias relacionadas), sendo considerada uma das maiores empresas do ramo (NO MUNDO), a empresa é subsidiária do Time Warner (Sim, a própria Warner Bros) e é a casa de personagens icônico que todos conhecem como Batman e Superman.

Foi fundada em 1934 com o nome de National Comics (Mas com o passar o tempo, adotou o nome de Detective Comics – como era chamada a revista do Batman no começo de sua carreira), criada por Major Malcolm Wheeler-Nicholson (hoje em dia, a empresa fica nas mãos de sua filha). Em 1993 a DC Comics decidiu criar um selo a parte para a publicação de suas histórias com a temática mais adulta, a Vertigo.

Com essa pequena introdução, acho que já da para ter uma ideia do que é a Empresa. Durante anos, após a explosão de vendas e grande massa de fãs de quadrinhos, as editoras foram investindo em séries animadas, mas foi em 1952, que a DC decidiu investir em uma série com atores reais:

Adventures of Superman (1951-1958)

Fonte: www.fanpop.com

Fonte: Google Imagens

Fonte: superman.wikia.com

Fonte: superman.wikia.com

Foi a primeira adaptação de quadrinhos para a TV, ela tinha o formato monocromático e ganhou cores apenas na produção das suas últimas temporadas. O custo de produção era caro, e para a época foi o momento revolucionário para os efeitos especiais. A história ficou a cargo de apresentar um personagem principal, que hoje é um ícone: SUPERMAN. O formato da série era basicamente Clark Kent driblando seus amigos e chefe no Planeta Diário, para poder salvar o dia. A série foi cancelada após 6 temporadas, devido a morte prematura de um dos atores principais.

Batman (1966-1968)

Fonte: Google Imagens

Fonte: Google Imagens

Batman, a série (ou como todos chamavam carinhosamente: BATMAN E ROBIN) é uma das maiores referencias do morcegão que a cultura POP conhece. Você pode nunca ter ouvido falar da série, ou nunca ter assistido ao Adam West caracterizando o milionário Bruce Wayne mas, com certeza você já deve ter ouvido algo do gênero: TÃ NA NA NA NA NA NANANANANANANANANA BATMAAAAAAAAAAAN  (SIM, ESSE ERA O TEMA DE ABERTURA DESTA SÉRIE) ou quando Batman e Robin estava correndo atrás de algum caso. O toque, que é conhecido globalmente, invadia as TV’s. o Bordão Santo “alguma coisa” que Robin sempre repetia, também surgiu aqui, na série dos anos 60.

O Programa continha um formato interessante, cada episódio tinha duração de 25 minutos, mas, a cada 2 episódios um caso era tratado (ou uma história), tendo até o final da série (essa série acabou – não foi cancelada) 60 casos, ou seja 120 episódios.

*Curiosidade: Essa série chegou a passar no Brasil (no SBT) e foi reprisada várias vezes (na última vez que eu me lembro, ela passava na programação com Chaves e Chapolin a alguns anos – mais de 10 anos – atrás.

*Adam West tem participação especial no desenho “Padrinhos Mágicos“, seu papel é outro super herói: o Homem Gato.

tumblr_lrvy06b7cT1qcmjxfo1_500

Fonte: www.reddit.com

Depois desta série, outros grandes Heróis ganharam seu próprio espaço na TV:

  • Shazam (1974-1976);
  • Wonder Woman (1975-1979);
  • Legends of Superheroes (1975);
  • Superboy (1988-1992);
  • Swamp Thing (1990-1993);
  • The Flash (1990-1991);
  • Human Target (1992).

Mas foi em 1993, que a DC estourou em sucesso com suas séries, com Lois e Clark: As aventuras do Superman!

Lois & Clark: The New Adventures of Superman (1993-1997)

 

Fonte: www.fanpop.com

Fonte: www.fanpop.com

Quem é dos anos 90 como eu, com certeza se lembra desta série. Focada na história de Clark Kent em seu emprego no Planeta Diário e suas tentativas de conquistas à Srta. Lois Lane, enquanto Lane era apaixonada pelo seu alter-ego Superman.  As aventuras de Lois e Clark foi a primeira série a estourar, diferente das outras, ela foi exibida completa no Brasil, pelo SBT (todas as manhãs de domingo). Esta série se tornou grande referencia, inclusive a sua sucessora de maior sucesso, SMALLVILLE.

Smallville (2001-2011)

smallville_by_angelis_b

SMALLVILLE (ou a melhor série do mundo), foi o grande passo da empresa para a televisão. conta a história detalhada da vida de Clark Kent, um extraterrestre que caiu na Terra e foi criado por dois fazendeiros, Martha e Jonathan Kent.

Como visto acima, a história do Superman já foi contada em 3 séries diferentes, mas foi aqui em SMALLVILLE, que conhecemos Clark Kent, o Superboy (Smallville, como Perry White gosta de chama-lo). Aqui vemos ele aprender a controlar seus poderes enquanto enfrenta a pressão do ensino médio. Vemos seu primeiro amor Lana Lang (Kristin Kreuk), e sua amizade com Lex Luthor (Michael Rosenbaum).

Seus melhores amigos Chloe (Allison Mack) e Pete (Sam Jones III), são as primeiras pessoas fora de sua família a ficarem sabendo de seus poderes. São 10 temporadas, 10 anos de história. Smallville abriu as portas para o mundo dos quadrinhos apresentando a Liga da Justiça de um jeito inusitado. Com o tempo vemos: Flash, Aquaman, Canário Negro, Zatanna e outros pequenos personagens que fazem a sua participação especial, tornando a série ainda mais maravilhosa. Como é o caso da Supergirl (Laura Vandervoort) e do Arqueiro Verde (Justin Hartley), que se tornam personagens principais após o quinto ano.

Superboy cresceu, terminou o colegial, fez faculdade de jornalismo e vestiu o manto do Superman. Ele sofreu, mas podemos ver como o grande ícone de metrópole, o salvador de azul, emergiu de uma pequena fazenda do Kansas.

smallville

Pra quem quiser se aventurar ao mundo das séries da DC Comics, recomendo que comece por esta, ela não é muito leal aos quadrinhos, mas consegue te apresentar ao universo de uma maneira linda e divertida (fora que tem o Tom Welling como Clark Kent). A série é engraçada, emocionante, recheada de ação e aventura. É super gostosa para se maratonar quando você quer assistir algo envolvente e calmo. Além disso, a série possui umas das melhores aberturas já vistas. Todos que acompanharam nos anos 2000, com certeza, já arriscaram algumas estrofes da música Save-me da banda Remy Zero.

Após o GRANDE SUCESSO de Smallville, nós entramos na ERA DE OURO da DC COMICS em relação à televisão. Depois de vários roteiros de séries novas sendo rejeitados, como: Aquaman, Wonder Woman ou Birds of Pray (que chegou a ter 2 temporadas porém o canal não encomendou mais episódios.) O canal CW (antigo canal Warner) resolveu inovar e criar seu próprio Universo:

Arrow (2012 – ainda em exibição)

Fonte: Spoiler TV

Fonte: Spoiler TV

Depois do (lindo e maravilhoso) Justin Hartley ter dado a vida ao arqueiro verde na série Smallville, eis que a CW nos presenteia – após um ano sem Clark Kent – com a série de TV: Arrow.

Oliver Queen (Stephen Amell) é um milionário e herdeiro das empresas Queen. Como todo garotão rico, ele gosta de esbanjar seu dinheiro com festas, bebidas e mulheres e foi em uma de suas farras que sua vida mudou completamente. Quando estava viajando de barco com seu pai, eles acabaram sofrendo um acidente onde seu pai vem faleceu e ele acaba isolado em uma ilha. Durante 5 anos, ele viveu longe de sua família até que um dia o destino trabalhou para ele poder voltar para casa e colocar seu plano em ação, se vingar de todos os nomes que seu pai anotou em um caderno, contendo informações sobre os piores tipos que viviam em sua cidade, se tornando assim o vigilante que parte em busca da justiça, chamado O Arqueiro (e mais tardar Arqueiro verde).

arrow-3071557,280120152316

A série atualmente conta com 4 temporadas recheadas de ação, comédia e até mesmo romance. Personagens como Felicity (Emily Bett Rickards), Diggle (David Ramsey) e Laurel (Katie Cassidy), dão mais personalidade. O elenco é rico e tem personagens clássicos do universo como Barry Allen (Grant Gustin), um cientista forense que deu as caras na segunda temporada ajudando Oliver e seus amigos a desvendar um importante caso, mas quando ele retorna a sua cidade acaba se envolvendo em um acidente com um raio e assim começa sua trajetória como The Flash.

The Flash (2012 – ainda em exibição)

Fonte: www.thescifiworld.com

Fonte: www.thescifiworld.com

Após Barry allen (Grant Gustin) ter se envolvido em um acidente – resultado pela explosão de um acelerador de partículas -, ele acaba desenvolvendo o dom da supervelocidade e assim se torna o mais novo vigilante de Central City. Ele se envolve com cientistas e pesquisadores para poder entender seus poderes, tais como Dra. Caitilin Snow (Danielle Panabaker ), Cisco Ramon (Carlos Valdés) e o Dr. Wells (Tom Cavanagh).

A história de Barry começou em Arrow, assim se tornando uma ponte para as séries, ambos os personagens transitam entre uma ou outra, realizando os famosos Crossover

the-flash-season-2-has-a-lot-of-potential-dc-references-in-the-flash-potential-energy-799991

Fonte: moviepilot.com

The Flash apresenta vários personagens que fazem parte da vida do Flash, entre eles: Nuclear e alguns vilões icônicos, que após o 2º ano da série, se juntaram a alguns personagens de Arrow e estrelaram seu próprio Show.

DC’s Legends of Tomorrow (2016-Ainda em exibição)

legendsof3

Fonte: omelete.uol.com.br

No ano de 2166, o imortal vilão Vandal Savage está prestes a conquistar sua vitória final – trazer o caos total e a destruição à humanidade. Enquanto o mundo sucumbe, o Mestre do Tempo Richard “Rip” Hunter tenta resolver as coisas por conta própria. Para isso, ele viaja 150 anos no passado a fim de selecionar cuidadosamente um time de heróis e bandidos para acabar com esta ameaça iminente. Juntos, este grupo inesperado, tentará parar um dos vilões mais formidáveis de todos os tempos ao mesmo tempo em que aprendem não apenas a ser um time, mas também heróis.

Legends of Tomorrow reciclou os melhores personagens das duas séries, juntaram em uma história só, realizando também crossovers esporádicos.

Essa não é uma série independente, eu particularmente não acho que de para assisti-la sem conhecer os personagens nas outras antes, fora que ela é recheada de referências.

Supergirl (2015-ainda em exibição)

supergirl

Fonte: netflixlife.com

A Garota de Krypton não poderia deixar de mostrar sua Kara (trocadilho tosco a parte, já que seu nome é Kara-Zor-el). Como na história original da HQ, Kara foi enviada a Terra logo depois de seu primo Kal-el a fim de protege-lo, sendo alguns anos mais velha, ela estava com a responsabilidade de criá-lo e contar tudo o que ela sabia sobre seu planeta natal. Por conta de algum infortúnio, sua nave perdeu seu rumo e ela demorou mais do que o previsto para achar o caminho da Terra. Quando ela aterrissa, Kal-el já era Clark Kent (ou como todos o conhecia O SUPERMAN), enquanto ela ainda estava em seu corpo pequeno de criança (forma da qual ela saiu de Krypton), ela cresceu, arranjou um emprego e decidiu viver apenas como uma humana normal, mas um acidente a faz usar seus poderes e experimentando a sensação de heroísmo, ela braça o manto de heroína, se tornando assim a Supergirl (prima do Superman).

Supergirl não tem relação direta com outras séries acima porém, em seu episódio mais recente rolou uma participação do Flash (contando os fatos sem dar spoilers).

Gotham (2014-ainda em exibição)

gotham-1a-temporada

Fonte: filmesserieshd.com

Antes que alguém pergunte: Não, não tem Batman na série, Mas tem Bruce Wayne.
Gotham foca no começo da carreira do comissário Gordon, sua carreira como policial, e na infância de Bruce que, após a morte dos pais, entra em um estado de calamidade, onde ele tem apenas seu mordomo fiel, Alfred.

“Na cidade do crime Gotham, Thomas e Martha Wayne são assassinados diante dos olhos de jovem Bruce Wayne. Embora o idealista detetive James Gordon, e seu parceiro cínico Harvey Bullock, do Departamento de Polícia de Gotham City, parecem resolver o caso rapidamente, as coisas não são tão simples. Inspirado pelo desejo de Bruce pela justiça, Gordon promete encontrar o assassino dos Wayne no meio da corrupção de Gotham. Assim começa a busca solitária de Gordon que vai colocá-lo contra seus próprios companheiros e o submundo do crime com suas próprias rivalidades mortíferas e mistérios. Nas próximas batalhas, a inocência será perdida e compromissos serão feitos. Alguns criminosos vão cair como vítimas enquanto outros vão subir como vilões. Durante todo o tempo, o jovem Bruce observa essa guerra com uma obsessão crescente que um dia iria transformá-lo no Batman.”

Em Gotham conhecemos a infância de alguns vilões e o nascimento de outros, tornando assim a trama mais sombria e adulta. Com uma pegada policial e cheia de ação, Gotham é uma ótima série para quem quer conhecer a parte sombria da vida do cavaleiro das trevas.

No começo do Post, eu expliquei sobre o selo de histórias com a temática adulta da DC Comics (Vertigo). As duas últimas séries que irei falar no especial de hoje, fazem parte dessa área adulta, com realidades longes de super heróis e capas, onde salvar o dia não é a prioridade.

iZombie (2015-ainda em exibição)

Fonte: dizcordo.com.br

Fonte: dizcordo.com.br

A história de IZOMBIE não tem nada de heroico – muito pelo contrário – aqui não vemos capas, nem pessoas usando colãs para poder salvar o dia.

A história gira em torno de Liv, uma médica residente, basicamente uma pessoa normal, até que sua vida vira de ponta cabeça depois que ela é mordida por um zumbi em uma festa. Seu corpo entra em uma estado meio vivo meio morto, ao contrário dos outros, ela mantém sua lucidez, tendo apenas que se alimentar com cérebros de vez em quando.

A série é recheada de humor negro e terror, e é uma boa pedida para quem não quer se prender a algo de muitas temporadas.

Lucifer (2016-ainda em exibição)

lucifer_2-750x380

Fonte: cinepop.com.br

Lucifer, é a mais nova série da DC. Um dos principais títulos da Vertigo (junto de Constantine), ela abriu alas e apresentou um de seus personagens mais carismáticos: Lucifer Morningstar.

O que aconteceria se o Rei do inferno se cansasse de tudo e resolvesse passar umas férias na Terra? É disso que a trama se trata. Lucy está entediado, e resolve subir para a terra levando consigo seu demônio mais fiel Maze. Lucifer começa a ter uma vida, se torna um dos maiores nomes como dono de casas noturnas e assim levanta um império na noite. Após presenciar a morte de uma amiga querida, ele se junta a uma detetive para desvendar o caso usando seus poderes de persuasão, tomando gosto emfim, por ajudar as pessoas, mesmo que na maioria das vezes apenas ele é o beneficiado da história.

L Still

Fonte: www.newsbusters.org

No momento, Lucifer está sendo uma das minhas séries preferidas, ela conta com um elenco MARAVILHOSO E LINDO, é engraçada quando precisa e cheia de suspense envolvendo a história angelical.

Espero que vocês tenham lido o post até o final, digo que foi meio difícil conseguir falar pouco de séries tão incríveis. Eu acompanho todas, e super recomendo. Como podemos ver, o universo dos quadrinhos não está fechado apenas nos filmes, mas eles comandam as séries de TV também.

Outra coisa, diferente das séries da MARVEL, as séries da DC não possuem relação nenhuma com seus filmes, infelizmente. E é assim que eu encerro meu primeiro especial de séries (quem sabe quando a Marvel terminar de lançar as outras, eu faça um em homenagem a eles também?). Se vocês tiverem alguma dúvida, ficarei feliz em respondê-las – pelos comentários – e se quiserem saber mais sobre as séries, eu também ficarei feliz em falar.

Obrigada, e até semana que vem!

Participe do TOP Comentarista de Abril clicando AQUI e concorra a um Box com a Trilogia Legend!

Legend

 

Nina

Nina, 21 anos, Futura Engenheira Civil. Fã da cultura POP, colecionadora de quadrinhos, ama animação mais que tudo e acha que signos servem apenas para mostrar qual seu cavaleiro do zodíaco.

16 comentários sobre “SÉRIES | ESPECIAL DC COMICS

  1. crisdesouza disse:

    Olá…
    Adorei o desenrolar do post, onde vc fez praticamente uma linha do tempo… Muitas coisas que você colocou vieram como curiosidade pra mim, mas confesso que amo essas séries da DC… EU era viciada em Smallville e agora estou começando a assistir essas outras séries mais recentes, principalmente “The Flash” e “Supergirl”… E confesso que tenho gostado bastante…
    Beijinhos

  2. Aline Santos disse:

    Oie!
    Eu gostei dos filmes q já vi…já tinha assistido algumas séries meio por cima, não me chamou mto atenção, apenas acompanhei Smallville, mas não até o fim…
    Parabéns pelo post, mto bom!!
    Bjs

  3. Ana Luiza De Faria disse:

    Gente é simplesmente maravilhoso esse universo de super heróis !!! As séries são super bem produzidas , intrigantes ,com um desenrolar de fatos de tirar o fôlego ! Atualmente acompanho The Flash, Super girl, Arrow e Legends of Tomorrow . É muito bom acompanhar o suspense , a curiosidade , as piadas ,mas principalmente os conflitos internos dos personagens ,dos heróis principalmente ,pois mostra que mesmo os heróis sofrem conflitos emocionais e etc. O que torna a série mais interessante,já que os torna semelhantes a nós ,até mesmo nos auxiliando em uma questão pessoal .Essa relação que passamos a ter com essas séries e com os personagens ,seja de afinidade ,seja de contraste ,é super hiper ultra mega incrível!

  4. Vivian Rocha disse:

    Oi Nina! Amo as séries da DC, especialmente Super Girl, Arrow e a melhor de todas The Flash acho que são umas das melhores series. Amava smallville e fiquei super feliz com o desenvolvimento de séries nesse sentido. Acho que as séries melhoram muito de lá pra cá é foi uma boa aposta.

  5. Elisabete Finco disse:

    Olha, primeiro post que achei honesto sobre as séries. Sou uma cética quantos aos super heróis e me irrito muito com eles. Detesto Arrow (seriado) um chove não molha sem fim e o seriado passa mais tempo de volta a Ilha que em Lost. (Tédio)!
    Mas esse post me deixou seriamente curiosa e tentada a assistir Lucifer o que é ótimo porque estava sem opção pra novas séries. tks

  6. Rissia Ribeiro disse:

    Tenho que admitir que nenhuma das séries que foi citada acima eu assisto, não por falta de vontade mas porque sou um ser humano horrível de acompanhar séries kkk eu começo e nunca termino. Cara quando você postou uma foto da série Smallville lembro do meu irmão mais velho que era super viciado e por causa dele eu até assisti alguns episódios mas de novo não terminei a série ¬¬ Eu gostei do post e saber mais sobre a DC e adorei a dica da série Lúcifer que vem sendo muito bem comentada e como está ainda na primeira temporada vou arriscar a dar uma olhada nela ^^ Beijos.

    • Nina disse:
      Nina

      Eu sou gamada demais no universo da DC comics. Eu acho tudo demais, mas eu curto pra caramba ler quadrinhos.
      Mas mesmo quem nao está habituado, tem séries ali que são super gostosinhas de ver, que é o caso de Lucifer e supergirl.

Deixe uma resposta