Resenha | Proibido

Olá galera, todo mundo bem? Como de costume aqui é a Sawyer e vou postar a resenha de um livro que simplesmente me DESTRUIU.

Fonte: Google Imagens

Fonte: Google Imagens

ESTILHAÇADA, NO CHÃO, AFLITA.

Mas ao mesmo tempo, imposta, em pé, chocada.

Quando eu li a sinopse e algumas resenhas do livro, CLARO que me interessei, porque aborda um tema bastante polêmico e raro, o incesto, e eu já nem adoro uma polêmica né? Mas na maioria das opiniões eu leio: ‘esse livro é sobre dois irmãos que se apaixonam’ como se o livro fosse focado somente nesse fator.

Esse livro aborda vários outros fatores.

Desculpa mas, eu não consegui torcer em momento algum para que eles ficassem juntos. E sim, eu já sabia que viriam consequências sérias a serem sofridas.

Maya tem dezesseis anos, mas tem a cabeça de uma mulher, pois desde criança, suas responsabilidades são gigantes.

Lochan é um garoto de dezessete anos que sofre de ansiedade social e com isso, volta toda sua atenção e dedicação para seus estudos e sua família.

A família é composta por cinco irmãos e uma mãe quarentona desleixada que quer viver como se tivesse 15 anos, ignorando as necessidades dos filhos, recusando responsabilidades, culpando tudo e todos pelos próprios problemas. A mais nova, Willa é a coisa mais fofa e inspiradora de se ver, porque, apesar de não ter o carinho e contato maternal que uma criança normal tem, sempre está sorrindo, brincando e tentando levar uma vida normal. Tiffin, um garoto de 9 anos que cresceu basicamente sem pai, é bastante atlético e hiperativo, e está sempre arruaçando a casa. E Kit, é o adolescente rebelde ‘problemático’ que está sempre buscando quebrar regras e viver radicalmente. Maya e Lochan se revezam entre estudos e cuidar das crianças e suprir os papéis restritos de suas vidas, mesmo que isso acabe esgotando-os.

Quando a ‘coisa’ toda começa a rolar, não concordo com algumas opiniões que disseram ‘na metade do livro você já está torcendo para eles ficarem juntos’. Apesar de todo esse tabu e tentativa de oposição, não consegui me conectar com eles juntos, porque eu ficava me colocando no lugar e ARGH, NÃAAAAAAO! Até então, eu estava achando um livro bastante comum, e estava me perguntando ‘cadê o super livro que todo mundo fala?

E então vem o fator X e BAAAAAAAAM!

wp_ss_20160218_0002

Eu nunca, nunquinha fiquei sem chão igual eu fiquei quando li a partir dessa cena. Parece que tudo a sua volta escurece e não existe mais, e você só consegue se questionar ‘COMO ISSO FOI ACONTECER’. Não pode ser, não pode, não pode! Alguém ajuda, por favor!

wp_ss_20160218_0003

Definitivamente não é apenas sobre toda coisa rigorosa e arriscar viver o proibido. É mais intenso, profundo, te causa uma imensa reflexão e inspiração.

É devoção, amor, carência, sacrifício.

Não é só um livro sobre incesto.

É sobre DOR, ABANDONO, MEDO, DESEJO, REMORSO, ARREPENDIMENTO, PERDÃO.

Eu perdi meu chão, e ressaca é POUCO pra nomear o que eu estou sentindo. Você se coloca no lugar e não imagina o que fazer, como fazer a quem recorrer, porque, nesse livro SIM, esses cinco irmãos só tinham um ao outro. E, mesmo diante de tanto problema, nunca deixaram de estar juntos, se fortalecendo. Mesmo tendo uma ‘mãe’ inútil que só prestou para dar a luz e jogar na cara deles o quão indesejados são, o quanto eles estragaram a época de aproveitar dela. Mesmo sem ter em quem se espelhar, inspirar, basear.

EU NÃO TENHO PALAVRAS, NÃO TENHO.

E o fim, ao contrário do que muitos pensam, apesar de ter sido um BAITA CHOQUE (provavelmente o maior que já tive), foi muito, muito satisfatório, porque abrange realidade, pureza, coragem (ou a falta dela), um sentimento que não pode ser descrito, um vazio que nunca poderá ser preenchido. Nem tudo acaba bem, com um final feliz, com todos explodindo de risos e cercados de felicidade. Às vezes uma atitude, um deslize, pode mudar todo o seu mundo e influir em todos que estão a sua volta. Cabe a você decidir como lidar com isso da melhor forma possível.

Fonte: Nuvem Litarária

Título: Proibido | Autora: Tabitha Suzuma | Editora: Valentina | Páginas: 304.

Você já está participando do Sorteio 3 em 1 – Jane Austen? Clique AQUI e saiba como participar!

Blog_A_Rafaela_Godoy

 

Kennia Santos

SP, 20. Completamente fissurada em leitura, futebol e Star Wars.

8 comentários sobre “Resenha | Proibido

  1. Alessandra Santos disse:

    Olá!
    Nossa, vou confessar que já tinha lido várias resenhas e não tinha me agradado muito, e não estava afim de ler!
    Mas depois da sua! Poxa, estou super “curiosa” pra ler e ver como será a minha reação!
    Pois, acredito que a questão dessa mãe que não cuida simplesmente dá à Luz, tem demais no mundo de hoje!
    Mas agora quero ler e saber como foi que tudo aconteceu entre os irmãos e o fim!

    Um super bjo!

    Alê – Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

  2. Tatiana disse:

    Shoooooow demais sua resenha, Kennia!
    Na minha leitura, não consegui ver os dois como irmãos, acho que isso “facilitou” minha compreensão do relacionamento deles. Mas concordo totalmente com você, não dá pra limitar na questão do incesto, é muito raso. Eu me apeguei bastante no drama familiar dos pais ausentes e das responsabilidades de adulto que a Maya e o Lochan têm. E, apesar de a autora não se aprofundar tanto nesse cenário, ela deixa umas “pistas” interessantes, tipo falando um pouco da agressividade do pai do Lochie, deixando nas entrelinhas um conflito entre eles. Ou quando ela descreve o jeito que a mãe se veste, as atitudes dela perto dos paqueras. É tudo descrito sem muito apego, mas no fim você constrói um retrato completo e chocante.
    Não cheguei a ficar com ressaca desse livro rs, mas é sim uma história bem profunda do que essa sinopse cretina de que estão romantizando um relacionamento incestuoso.

    • Sawyer disse:
      Sawyer

      Muito obrigado, Tati!
      Pois é, haja psicológico pra ler esse livro, não é todo tipo de pessoa que consegue captar a mensagem que a autora passa sem confundir alguns critérios.
      Até determinada parte achei que não ficaria com ressaca também, mas depois DAQUELE FINAL, não teve como, fiquei destruída, aos pedacinhos 🙁

  3. Rayanne Kelvia disse:

    Sabe aquele livro que você vai lembrar e levar para a vida toda?
    Proibido foi um livro tão lindo e tocante de uma maneira que fiquei com ressaca por semanas,não queria aceitar de maneira alguma aquele final. Contando uma história de um amor proibido,mas quando lia parecia tão certo,tão natural que não conseguia vê-los como irmãos.E sendo assim,era um amor proibido para a sociedade,mas para mim parecia certo dois jovens apaixonados ficarem juntos apesar das circunstâncias,afinal ninguém manda no coração.
    Enfim,para poder ler esse livro tem que ter muito psicológico pra poder entender o que a autora queria nos transmitir.
    Esse livro está na lista de livros que quebraram meu coração e que marcou para sempre. s2

Deixe uma resposta