Resenha | Um amor de cinema

Olá galera, tudo bem com vocês?

Aqui é a Sawyer, e como de costume, resenho um livro toda sexta pra vocês. Essa semana vou pegar leve, porque sou boazinha. Afinal, desde que comecei a colaborar nesse blog, só fiz resenha de livros que envolvem o psicológico e reflexões. Mas essa semana, vou deixar vocês respirarem, e falar de um livro que é bem leve, romântico e muito peculiar, vamos lá?

O livro se chama “Um Amor de Cinema”, e não é muito conhecido, mas na real, querem saber o que achei dele?

 IMPECÁVEL. 

Não sei se esse livro poderia se encaixar no chick-lit, porque tem muitos outros assuntos envolvidos como problemas familiares, drama, traição, recomeço. Mas é maravilhoso, MARAVILHOSO, do início ao fim. Não tenho onde colocar defeito: ela escreve de forma leve, porém distinta, que prende a atenção do leitor, um enredo ESPETACULAR que te surpreende a cada capítulo, os secundários tem a descrição e aparição necessárias e os personagens, ah! Os personagens…

Kenzie tem 29 anos e se considera feliz, afinal trabalha no que gosta, como diretora  de criação na área cinematográfica, está noiva de um homem que ama e têm amigos para se apoiar. Mas ela sabe que, no fundo, existem vários emblemas familiares que a machucam profundamente, mas para o conforto de todos (menos o dela), ela sempre deixa a sujeira acumular debaixo do tapete.

Até que, um fato ameaça toda a sua estabilidade profissional, o que consecutivamente acaba prejudicando também seu relacionamento com Bradley, pois trabalham na mesma agência, a Safia.

Então ELE volta.

Shane Bennett. O cara que a traiu e a deixou de coração partido depois de um relacionamento de 4 anos, cerca de 7 anos atrás.

“Mas como uma vida de mágoas pode ser esclarecida  quando só um lado sente?”

Até então, parece uma história comum, certo? Certo. Mas o desenvolvimento muda tudo.

Claro que, com o Shane traindo ela, automaticamente, nós leitoras surtamos, porque “NÃO PODE PERDOAR NÃO QUERIDA, SE VALORIZA”, “Se ele a amasse, não teria te traído”.

Mas a forma como ele tenta, é total e completamente fora de série, inimaginável, o sonho de muitas meninas…

Ele planeja meticulosamente pra Kenzie VIVER com ELE, as principais cenas das comédias românticas prediletas dela. Com direito ao passo musical tão conhecido de Dirty Dancing, compras baseadas em Uma linda mulher, serenatas de Digam o que quiserem, flash mob de Simplesmente amor… cenas de tirar o fôlego e fazer viajar num universo paralelo onde, quando um homem percebe o seu erro, ele estuda a pessoa, corre atrás e de TODA A FORMA tenta reconquistá-la independente de como isso vai parecer para a imagem dele, ou o que vão pensar.

wp_ss_20160204_0002

Eu sei que vocês vão ficar curiosos sobre quais filmes ele pretende reproduzir a cena, vou passar a lista dos dez (porque sou boazinha), mas saibam que no livro tem vários, mas vários outros citados e incorporados. Então aqui vai:

InstagramCapture_97315a2d-ae15-4112-8a36-d1fa34200343

.

  1. Sintonia de amor;
  2. Uma linda mulher;
  3. O diário de Bridget Jones;
  4. Vestida pra casar;
  5. Dirty dancing: ritmo quente;
  6. Gatinhas e gatões;
  7. Simplesmente amor;
  8. Digam o que quiserem;
  9. Mensagem para você;
  10. O casamento do meu melhor amigo.

.

(OK MENINAS, JÁ PODEM SURTAR)

Sério, esse livro me deixou nas nuvens, porque eu NUNCA li nada assim, tão diferente, impressionante e admirável, que te enche de esperança, de possibilidades, e te faz rir MUITO, até mesmo em cenas que deveriam te deixar com raiva…

Desde o início é impossível não se apaixonar pelo Shane, porque não tem como ocorrer o contrário, né? (o cara gosta de Star Wars, ai meu coração). Afinal, ele assumiu que errou, e mesmo encontrando ela NOIVA, supostamente feliz e cercada de tudo que a completaria, ele não se intimidou de forma alguma, aos poucos, foi retomando espaço na vida dela, sem forçar, apenas tirando pra fora sentimentos que nem mesmo a própria Kenzie sabia que estavam sendo guardados.

InstagramCapture_fbc93189-9a13-4d98-8c23-3898bc025198

.

A personagem, tem seus momentos ultra-drama do tipo ninguém me ama e ninguém me quer, mas é divertidíssima e rende altas risadas com suas atitudes atrapalhadas e comportamentos peculiares.

.

Esse livro foi, sem dúvida uma surpresa agradabilíssima. Apesar de mexer com assuntos reais, é discorrido de forma leve e divertida. ULTRA, HIPER, SUPER recomendo esse livro, eu amei DEMAIS DA CONTA, com certeza, superou todas as expectativas.

“O mundo nem sempre faz sentido, mas, em uma boa comédia romântica, tenho a garantia de um final feliz.”

Gente, essa foi a resenha de hoje, espero sinceramente que vocês tenham gostado, se sim ou não, comentem aqui embaixo, quero saber a opinião de vocês. E depois de citar tanta comédia romântica, só eu que fiquei com vontade de rever, tipo, TODAS?

Livro: Um amor de cinema | Autora: Victoria Van Tiem | Editora: Verus | Ano: 2014.

Beijinhos, até sexta que vem 😀

Kennia Santos

SP, 20. Completamente fissurada em leitura, futebol e Star Wars.

10 comentários sobre “Resenha | Um amor de cinema

  1. Patricia Dantas disse:

    Até que enfim um livro que eu li kkkk ….cara esse livro é sensacional, tem tudo que amamos como leitoras, principalmente as romanticas como eu e viciadas em filmes tmb como eu, amei a resenha. Maravilhosa visão desse livro lindo… beijinhos

    • Sawyer disse:
      Sawyer

      Oiii!
      *suspire mesmo*
      É divertido e romântico, tudo de bom numa história! #AMO

      Pois é, assim que ele aparecer você vai torcer loucamente por ele! #ShaneBandido <3

  2. lary lima disse:

    Gosto de livros assim que tenha frases muitas mesmo de reflexão kkkk parece ser ótimo eu leria cm muito gosto mas e mt livro p pouco dinheiro vou ficar loka bjs kk

  3. Silviane disse:

    Ooi. Fiquei super curiosa para ler esse livro. Já tinha lido comentários antes mas faz tanto tempo que tinha até esquecido. Vou ser bem sincera com você dizendo que eu não li os filmes que voce colocou na lista para não estragar quando for ler o livro. haha
    Beijos
    Sil – Estilhaçando Livros

    • Sawyer disse:
      Sawyer

      Oiii!
      Sério? Se você assistir os filmes vai ser melhor, não vai estragar nada não! Porque ela cita cenas e entra no contexto, e se não tiver assistido os filmes para relacionar, terá de ser muito criativa pra imaginar!
      DON’T FORGOT!!! haha
      Leia assim que puder, esse livro é <3333

  4. Bruno Marukesu disse:

    Oi Sawyer ^^
    Lendo a sua resenha fiquei com uma imensa vontade de ir ver/rever os filmes que vc listou!!! kkk
    Amo comédias romanticas. Amo cenas clichês. Amo romance.
    De fato, fiquei bastante surpreso, chocado e curioso para saber mais sobre esse Shane e como ele vai fazer para reconquistar a Kenzie. Espero que possua uma justificativa plausível para a cafajestagem que ele fez para com ela. Se for para se humilhar que se humilhe feio. E não sei se vou conseguir perdoar a Kenzie se ela desejar abandonar o noivo. Se ele a ama vai sair ferido. É extremamente ruim quando uma pessoa sai ferida de uma disputa. 🙁
    Só pelo enredo fazer referências as comédias românticas já sinto que terei altas gargalhadas e sorrisos de orelha a orelha com essa obra.
    Achei a capa fofa demais!! Quero ler esse livro, meus deses!
    Parabéns pela resenha descontraída e tentadora, Sawyer. Bjs :*

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br/

    • Sawyer disse:
      Sawyer

      Olá! Primeiro de tudo, obrigado!
      E sim, o Shane sabe muito bem como se redimir disso, e digamos que o relacionamento da Kenzie com o noivo esteja paradão, ai o Shane volta e já viu né? Só de falar o nome dele… *suspiros*

Deixe uma resposta