Resenha | A Agenda

E aí, pessoal? A Agenda foi uma leitura realizada por escolha aleatória, mas surpreendeu-me em muitos aspectos, quase todos. Partindo da sinopse, não consegui identificar uma história que iria me agradar, mas foi um pouco mais que isso.

Título: A Agenda.
Autor: João Varella.
Número de Páginas: 240.
Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥

O livro de estréia de João Varella – autor gaúcho formado em Jornalismo – conta a história de Sandra, uma executiva de marketing muito bem sucedida e respeitada em seu meio profissional, coordenadora da empresa Germano Thomas, ou GT. Como empresária de sucesso, Sandra é bem organizada e mantém todos os seus afazeres em uma agenda com funcionalidades profissionais.

“O sorriso fazia com que os olhos fechassem em algumas passadas. Essa parecia ser a simbolização máxima da verdadeira felicidade.”

Em contrapartida, a vida social de Sandra não é das melhores. Quando era bem jovem, Sandra ficara grávida e, tempos depois, afastou-se da sua filha, a qual se mantém distante mesmo após anos se passarem. Em seus relacionamentos amorosos a executiva também não se dá bem. No começo do livro o autor nos apresenta um surfista apaixonado por Sandra, que depois a abandona.

Fonte: Google Imagens

Varella continua nos apresentando novos personagens, destacando Felipe e Carrano. O primeiro é o novo estagiário da empresa, com seus 19 anos, Felipe é um rapaz repleto de criatividade e disposto a ajudar em todo o setor de marketing. Assim que Sandra coloca os olhos em seu funcionário surge uma faísca e uma possibilidade de se tornarem affairs, aquele que a deixa de ponta a cabeça e a faz perder sua agenda.

“(…) Felipe descobriu que tinha algo em comum com sua chefe: ambos não liam ficção. Preferiam livros úteis.”

Carrano nos é apresentado como um personagem simples, vendedor de poemas pelas ruas de seu pacato bairro, com o objetivo de sustentar o seu sobrinho. Inesperadamente, este é o homem que encontrará a agenda de Sandra e iniciará todo o processo da real história.

“Para Carrano, escrever poesia era uma necessidade tão natural quanto a fome. Sandra aparentava ter vontade de comer. Mas comer o quê?”

João Varella possui uma escrita real, uma boa construção de personagens e um baú de ideias que precisam ser mais abrangentes. O autor nos apresenta a uma sociedade que conhecemos e vivenciamos diariamente. O final da história é surpreendente, principalmente pela habilidade do autor em nos guiar à possibilidades contrárias.

Se quiser saber um pouco mais sobre as inspirações, a imaginação do elenco e o processo de publicação do livro do João Varella, clique AQUI.

Até logo, até breve.

Ycaro Santana

Baiano, 15 anos, estudante. Quando não me encontrar lendo, verás uma extensão infinita de outras possibilidades envolvendo a literatura, seja escrevendo, acompanhando adaptações ou buscando novas opções para viver. Permaneço em meu mundo particular e, algumas vezes ando por este planeta chamado Terra.

22 comentários sobre “Resenha | A Agenda

  1. Mateus PG disse:

    Apesar de não ser um livro que eu veja na livraria e vá ver a sinopse, a sua resenha me deixou um pouco interessado. Acredito que seja um excelente livro para uma ressaca literária, principalmente depois de uma leitura pesada, como as de Coben, estou certo?
    Um grande abraço e que a força esteja com você!
    http://www.paradageek.com/

  2. lary lima disse:

    Oioi acho que por ir muito em torno do cotidiano o livro não chama muita atenção mas parece ser muito bom . Não tenho uma opinião formada ainda sobre ele mas me interressou saber como realmente e e como e essa obra desse autor bj bj

  3. Beatriz Andrade disse:

    Achei o enredo bem simples, mas acho que é porque estamos acostumados a alienigenas, robôs, super poderes e acabamos por não identificar a essência de um livro simples.
    Não li, mas acredito que seja bom.
    Beijo,
    paraisodemenina.blogspot.com

Deixe uma resposta